Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

05
Set16

Como sabemos que estamos velhos?


Milheiras

Este post tem a sua inspriração no Post  do Blog Em busca da Felicidade! Mais precisamente na nota final que passo a transcrever:

"Nota final: eish, borrachas laranja e azul para apagar caneta! eish, o Michael Knight! Eish, estamos velhos, pá!"

 

Depois de ler isto, comecei a recordar as coisas que me fazem sentir velha, e são tantas...

Eu ainda sou do tempo...

 

... em que grandes rebanhos de ovelhas atravessam as ruas da vila e as mulheres à porta de à espera que elas passassem, depois desciam os seus "piais"  munidas de pás pequeninas e vassourinhas de palha, curvadas sobre a rua apanharem as "caganitas" para colocarem nos vasos das flores...

 

... eu aindo sou do tempo em que em todas as ruas havia mulas ou burros e que muitos entravam pela porta principal...

 

...ainda sou do tempo em que os homens estacionavam as motorizadas à porta do barbeiro para verem os calendários de mulheres nuas que cobriam a parede da barbearia, e a que a porta se encostava para qualquer criança ou senhora mais curiosa...

 

... ainda sou do tempo em que só comia frango assado quando vinha há Feira (2 vezes por ano)...

 

... ainda sou do tempo de andar de carreira, para todo o lado que fosse preciso sair da vila...

 

... ainda sou do tempo das mercearias...

 

... ainda sou tempo em que trazias as cadeiras e mochos e para rua nas noites quentes de verão e conversavamos uns com os outros e nas noites de torada abriasse a janela para ver a tourada da rua.

 

... ainda sou do tempo em televisão era a preto e branco...

 

...ainda sou do tempo de acordar com a música "António Saala" da rádio...

 

....das borrachas laranja e azul e apagavam caneta e furavam folhas....

 

E vocês?

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2003
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.