Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

30
Abr14

Filhos

Como sabem, sou muito de me questionar...

Estou longe de ser a mãe perfeita (se é que existe!), mas o que quero dizer é que noto que falho muitas vezes como mãe.

Mas tento todos os dias melhorar e não estou a dizer isto porque é politicamente correcto, é mesmo verdade. Tento não enaltecer o o meu filho, afinal ele é como outra criança qualquer, embora para mim seja especial por ser meu.

Ás vezes as pessoas não me compreendem, porque eu não coloco fotografias dele no facebook, nem ando a mostrar as fotografias dele que tenho no telemóvel. Nem ando a dizer ele já faz isto ou aquilo e ainda só 3 anos...

Vou guardando esses triunfos para mim, para o pai e para os avós.

Existem coisas nele que acho que os outros devem saber sobre ele, mas não é para o tratarem de uma forma especial, é só porque eu acho que é importante saberem por fazer parte das suas características.

Ele é miúdo muito sensível, impressiona-se com facilidade tem um livro que é sobre um menino que perder um brinquedo, eu não lho posso ler porque ele chora, porque o menino perdeu o brinquedo. Quando vê alguém careca pergunta se a  pessoa está doente, são coisas dele não fomos nós que ensina-mos é ele que sente assim, quando algo é mais invulgar faz-lhe confusão porque é que é  assim e temos de explicar com a verdade, não é um menino que se fique com uma desculpa qualquer. E sempre que posso preparo-o para o que vai ver, outras vezes explico que nem todas as pessoas são iguais, não têm todas a mesma cor, não têm todas cabelo, nem todas têm 2 braços e 2 pernas.

Como ele gosta muito de flores e plantas, digo-lhe que as pessoas são como as flores todas diferentes...

              (imagem reitarda da net)