Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

05
Jan17

Curso para Desempregados nas férias do Natal


Milheiras

Resultado de imagem para esperança

 

 Se há lado positivo em frequentar um curso para Desempregados nas férias do Natal dos miúdos, é sem dúvida a motivação.

 Depois de 1 ano e meio em casa, sem qualquer retribuição monetária, sem respostas aos CV's enviados, a motivação começa a entrar em modo  de carência.

 Frequentar um curso de fomação na viragem do Ano , ajuda sem dúvida ter mais esperança no futuro, a acreditar que é possível.

  Amanhã a termina o curso, vamos ver se para a semana esta força ainda cá está....

 

 

14
Out16

"Há dias de manhã, nem de tarde se deve sair à noite!"


Milheiras

Eu frequentei a escolaridade obrigatória (9º ano, na época), fiz mais 3 anos para concluir o Secundário. Frequentei 3 anos de Ensino Superior para ter o grau de Bacharel, de seguida frequentei mais um ano para ter o grau de licenciado. Entretanto arranjei trabalho como Assistente Administrativa (Habilitações 12º ano, com salário a condizer). Passados 4 anos candidatei-me novamente ao ensino superior, mas não entrei no ano seguinte voltei a tentar e entrei frequentei 3 anos para ter o grau de licenciado (Bolonha) com uma gravidez pelo meio licença de maternidade seguida de desemprego, como o ramo que me interessava no ano em que frequentei o 3º ano não abriu deixei 1 cadeira por fazer para frequentar mais um ano para concluir a Licenciatura com o perfil pretendido.  No total acabaram por ser 4 anos. No ano seguinte candidatei-me e acabei por matricular-me no mestrado, conclui o 1º ano com sucesso, a dissertação é que não está pronta. (nem sei se alguma vez estará!) Tudo isto com um filho pequeno, casa e marido e sem empregada, umas vezes desempregada outras com trabalho.  No entretanto frequentei vários cursos, acções de formação, conferências, seminários, etc.

Agora estou há um ano desempregada, tenho feito candidaturas para todo o tipo de trabalho até limpezas!

 

Mas sabem, esqueçam tudo o que vos contei porque afinal o que eu sempre sonhei na vida foi estar em casa sem fazer nada, a depender de um marido que não chega a ganhar 2 ordenados mínimos por mês, numa casa a precisar de obras mas que não as posso fazer porque não tenho dinheiro, em que sobra sempre mês para além do ordenado.

 

"Há dias de manhã, nem de tarde se deve sair à noite!"

 

 

 

14
Set16

Nem para as limpezas...


Milheiras

Resultado de imagem para confusão desenho

 

 

Gostava de saber qual é o critério que se utiliza para seleccionar os empregados de limpeza. Se é só a experiência e quem está a começar? É que eu nem para isso sirvo fiquei em 9 lugar, no concurso. Agora falaram - me em auxiliar de geriatría. Não sei que faça é o ordenado mínimo, 40km por dia, turnos, 40 horas semanais. E depois o que me mete mais medo, lidar com as pessoas. Se calhar não é lógico ter este medo, mas a verdade é que nunca fiz uma higiene. E não me sinto muito à vontade. Por outro lado, devo desistir dos meus sonhos e para aquilo que estudei?

O diálogo na minha cabeça eu eu (esperançosa) versus eu (desesperada):

eu (desesperada): "Em tempo de guerra não se limpa armas!"

eu (esperançosa):   "Então eu andei a estudar tantos anos para isto?"

eu (desesperada): " Não te caem os parentes na lama, por isso! É um trabalho honesto e além disso precisas do dinheiro."

eu (esperançosa):: " Não é desmérito, mas tem de ser mesmo isso? É que tenho medo de fazer o trabalho. Será que não consigo arranjar outra coisa?"

eu (desesperada):" Está visto que não há mais de uma ano que não arranjas nada....o melhor é tentares!"

eu (esperançosa): "Mas e depois se perco a oportunidade de arranjar algo melhor?"

eu (desesperada): " Se tivesses de arranjar algo melhor já tinhas tido tempo não achas??"

eu (esperançosa): " Não sei que faça, depois estão os turnos, como fazemos com o menino?"

eu (desesperada):" Mas queres ganhar dinheiro ou não?"

eu (esperançosa):" Mas tens de pensar se te compensa é que o pequeno não pode ficar sozinho, implica teres de requisitar apoio extra e o que vais ganhar não é assim tanto....Pensa bem!!!!

eu (desesperada):Pensa bem!!!! €€€€

08
Ago16

Vida de desempregada (parte 2)


Milheiras

Quando estamos no desemprego temos (eu pelo menos) tendência ao isolamento, ainda por cima numa cidadezinha pequena, onde toda a gente se conhece e lá vem a tal perguntinha uma vezes com um tom de preocupação outras acompanhada daquele risinho irónico "Ainda estás em casa?".

("Raios que Diabo!se estivesse a trabalhar já saberiam, não?") - Isto é o que me passa pela cabeça, mas apenas respondo com um sorriso amarelo e o ligeiro aceno afirmativo, e por vezes um sim com uma voz sumida.

 

Pior do que isto só mesmo quando alguém te diz, já enviaste o CV para tal sítio? E nós vamos entregar o Cv e nos dizem que a vaga já está preenchida.

Mas a última vez fiquei destroçada, é que acho que o concurso era sério e a Instituição deveria ser o ideal para  mim. Mas já tinham feito as entrevista e a vaga já estava preenchida!

05
Ago16

Vida de desempregada


Milheiras

O nosso país acha que o desempregados não devem ter férias, afinal estão desempregados para que precisam delas? Não importa se o resto da famíliaestá de férias porque felizmente cá em casa não estamos todos desempregados, então o nosso IEFP achamou-nos para fazermos uma formação de Competências Empreendedoras 3 dias e meio.

 

 

 

19
Ago15

Desabafo de uma desempregada não confundir com desocupada!


Milheiras

Faço uma pausa, no meu desafio da "vida organizada com Thais Godinho", para fazer um desabafo.

Estou de veras indignada como é possível que ainda confundam desempregada com desocupada, é que há quem faça voluntariado a sério, e isso não está previsto em lado nenhum, então não estou disponível a todas as horas e pelo tempo que o IEFP precisa. Para além disso não estou disposta a trabalhar por 252€, + comissões, isso até devia ser ilegal, convocarem as pessoas para isto!

Mas enfim, não é só isso que me indigna, são os meios de comunicação, as eleições e os políticos.

A crise está no fim!

Para a minha carteira não, até porque os estágios passaram de 12 meses que conferia o subsidio de desemprego, para 9 meses que não confere.

E como mesmo assim infelizmente eram muitos que tinham direito ao subsidio social de desemprego, eles (políticos) mudaram as regras do jogo se dantes na formula eu valia 1 , o meu marido 1, e o meu filho 0,5; agora eu valo 1, o meu marido 0,7 e o meu filho 0,5 ; não contentes com isto não podemos ultrapassar 2 vezes o valor de 80% do IAS (419,26) que diga-se passagem é uma verdadeira fortuna (335,40€).

É a loucura uma casa de 3 pessoas a viver com 680€, nem sabem o que fazer com esta exorbitância...

Mas o nosso país está muito melhor!!! Agora vão votar e votem nos mesmos porque eles realmente têm feito muito por nós, principalmente o esvaziamento das carteiras e da dignidade.

 

 

07
Ago14

Férias...


Milheiras

(imagem retirada da net)

 

Tem de a haver um luz ao fundo do túnel, uma esperança, que  vida não vai ser sempre madrasta...

O subsidio de desemprego subsequente acabou, evaporou-se, desapareceu....

Há quem me diga, deixa lá estás numas férias prolongadas.... ESTOU???????

Só se forem numas férias de terror... de sofrimento....

A única coisa que me agarra é que eu adoro sei mãe e o meu filho estará sempre em 1º lugar...

Tem de haver uma luz ao fundo do túnel....

 

11
Mai14

Preços de Liquidação total....


Milheiras

(imagem retirada da Net https://1.bp.blogspot.com/-40c7izVqUgg/UISK3ofD25I/AAAAAAAABeA/8H23BOugpzw/s1600/Liquidac%CC%A7a%CC%83o.jpg)

 

 

Sem dúvida que trabalhar 8 hora (eu considero 9h, porque numa hora de almoço não dá para descansar de nada só correr para não se atrasar) por 4, 35€ por dia é uma liquidação total em todos os sentidos...

 

04
Fev14

Desempregada + Desmotivação * nº de respostas negativas de emprego= A Sentir-me lixo (0)


Milheiras

 

Desempregada + Desmotivação * nº de respostas negativas de emprego= A Sentir-me  lixo (0)

 

(0) + filho pequeno ( doenças da época, noites mal dormidas)+ tempo meteorológico (chuva + chuva)* marido ( que acha que por eu estar em casa tenho obrigação de anular a minha pessoa e consequentemente a minha vida) = 02

 

(lixo)2= é como me sinto e só me apetece enterrar a cabeça na areia como na imagem.

 

(imagem retirada da net)

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.