Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

10
Out13

Pós-Graduação em Gerontologia


Milheiras

Existem muitas coisas que eu não percebo, uma delas é que as pessoas se acomodem. Mas chego à conclusão que também não adianta não baixar os braços. Neste país é assim! Eu tirei uma Licenciatura em Assessoria de Administração trabalhei 7 anos na área (mas recebi sempre como alguém que só tinha o 12º ano) e fui enxotada para o desemprego. Como sempre fui uma lutadora tirei outra licenciatura de Educação e Formação de Adultos - Ramo de Educação Gerontológica. Supostamente esta última ia dar a oportunidade de continuar na área da formação. Supostamente... Porque depois vieram os concursos a nível nacional que davam preferência aos professores, que eram formados para trabalhar com jovens, mas no caso serviam muito bem para trabalhar com adultos. Nós que estavamos formados para trabalhar com adultos fomos colocados na prateleira.

Mas eu como não sou de baixar os braços decidi especialiazar na àrea em que sempre sonhei trabalhar a gerontologia, talvez tivesse oportunidade em algum dos lares. Mas até agora nada!

Supostamente acabei a minha pós-graduação em 30 Setembro de 2013, apesar de as notas só terem saído no passado dia 6. Agora vou continuar com a dissertação para atingir o grau de mestre. Com a esperança que os lugares de direcção nos lares não continuem a ser ocupados por jovens reformados sem qualificação na àrea. Acho que havia de haver um sindicato dos desempregados...

08
Out13

Pensamentos


Milheiras

Existem tantas coisas sobre as quais gostava de escrever, mas devo ter o síndroma da "folha em branco". Quanto realmente tenho 5 minutos para escrever não me lembro de nada pertinente.

Uma das coisas, que me dá muito que pensar é sem dúvida, o estado do nosso país.

Tive um professor no 9º ano de história, que se chamava Paulo Silva, que sem dúvida nos marcou a todos. E tenho pena de não ter mais maturidade para aproveitar a sabedoria que ele nos transmitia. Mas houve algo que eu nunca esqueci. "A história é cíclica!" De facto, os problemas são sempre os mesmos, mudam é os tempos e os contornos.

Do que tenho medo agora é que caminhemos para o abismo...A abstenção ganha sempre nas eleições, este governo faz o que quer, temos cada vez mais dependentes dos apoios sociais e cada vez menos a contribuir para esses apoios. As pessoas têm medo nem sei bem do que e não têm medo do que temos agora e vão deixando-se levar na onda. Diz-se que nos países civilizados pede-se autorização para fazer manifestações. Então mas afinal o que é uma manifestação?

 

ma·ni·fes·ta·ção
(latim manifestatio, -onis)

substantivo feminino

1. Acto de manifestar ou de se manifestar.

2. Expressão, revelação.

3. Demonstração pública dos sentimentos ou ideias dos membros de um partido ou de uma colectividade.

4. Conjunto de pessoas reunidas publicamente para mostrar ou defender determinadas ideias ou posições.


"manifestação", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/manifesta%C3%A7%C3%A3o [consultado em 08-10-2013].


ma·ni·fes·ta·ção
(latim manifestatio, -onis)
substantivo feminino

1. Acto de manifestar ou de se manifestar.

2. Expressão, revelação.

3. Demonstração pública dos sentimentos ou ideias dos membros de um partido ou de uma colectividade.

4. Conjunto de pessoas reunidas publicamente para mostrar ou defender determinadas ideias ou posições.


"manifestação", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/manifesta%C3%A7%C3%A3o [consultado em 08-10-2013].

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.