Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

15
Fev24

"Qual foi a maior transgressão da sua vida?"


Milheiras

Ao ver o programa "Candidatos/as" da RTP fizeram a seguinte questão: "Qual a maior transgressão da sua vida?"

Assim, à primeira vista diria nenhuma... como disse uma candidata "Eu sou muito certinha!"

Mas pensando melhor todos nós transgredimos, quem nunca estabeleceu uma meta para si próprio, e depois transgrediu dizendo para si: "É só desta vez!" 

Eu nível alimentar, nem vos conto nem vos digo!

E a propósito de alimentar acho que a minha maior transgressão foi entrar numa piscina pública encerrada para "tirar um pouco de àgua para lavar uns tomates"

E nem gosto de tomate...

E não vale a pena fazer mais juízos de valor, eu já admiti que foi a maior transgressão.

E já prescreveu porque foi há mais de 20 anos, e nessa altura os telemóveis, ainda não tiravam fotos nem filmavam....

 

28
Mar21

"90 anos de Rui Nabeiro" e apresentação do livro "Almoço de Domingo" de JLP


Milheiras

Almoço de Domingo

 

Fazem-se tantos directos na televisão, muitas vezes para dar coisas sem interesse...

Hoje foi através das redes sociais que me foi possível passar uma tarde de qualidade, segundo a locutora 1h30m, sinceramente nem sei, nem dei pelo tempo passar...

Juntaram 3 grandes vultos do nosso país, o Comendador Rui Nabeiro, o escritor José Luís Peixoto e o actor Diogo Infante...

Que privilégio poder assistir a uma conversa assim, pessoas como o Comendador deviam ser realmente imortais... Será com certeza por tudo o que fez, mas deixou uma mensagem que apesar de ser muitas vezes dita e não ser novidade nenhuma, quando é interiorizada, gera milagres...

"Ninguém faz nada sozinho, o mundo é de todos"

"TODOS TEMOS DE PENSAR NOS OUTROS"

24
Set20

Para onde vamos???


Milheiras

Hoje alguém num programa de TV, dizia que existem más pessoas, porque dá muito trabalho ser boa pessoa.

Estamos cansados de pensar, ou dará muito trabalho?

Saberemos o que queremos, ou só queremos aquilo que não nos faz pensar?

Porque não oferecem novidade? Porquê mais do mesmo???

Num formato mais luxuoso...

De luxuoso, pareceu muito pouco, cenário pobre a fazer lembrar os anos 90 e 80, em que tudo era assim futurista, sem novidades...

Guerra de audiências??? Que sentido faz??? Ofereçam variedade, atrevam-se...

 

31
Jan14

Praxes! Sim ou Não?


Milheiras

Pensei muito se deveria, escrever algo ou não.

Eu fui praxada enquanto caloira, não me fizeram nada de mal, nem tenho motivos de queixa, como em tudo existem pessoas que se excedem. Bem mas eu já fui praxada quase à 14 anos. E praxei, sempre coisas divertidas até mesmo para os caloiros, lembro-me de pormos 3 caloiros a fazer de relógio de cuco um bocado no refeitório. Toda a gente ria... incluindo eles...

 

(imagem retirada da net)

 

E a Universidade tinha conhecimento, não era nada que não se pudesse saber, não havia violência nem física nem psicológica. Era quase um Carnaval.  Mas é como digo isto já foi quase à 14 anos. Muita coisa pode ter mudado.

Não acredito que banir as praxes vá ajudar em alguma coisa pelo contrário, uma vez proibidas acabam por ser feitas sem o conhecimento das várias instituições...

Temos de sensibilizar os nossos jovens, para que tudo tem limites e que são eles que se têm de preservar a eles próprios. E acima de tudo que não são imortais. Até porque a nossa Constituição já proibe a humilhação, maus tratos, etc...

 

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D
  261. 2004
  262. J
  263. F
  264. M
  265. A
  266. M
  267. J
  268. J
  269. A
  270. S
  271. O
  272. N
  273. D
  274. 2003
  275. J
  276. F
  277. M
  278. A
  279. M
  280. J
  281. J
  282. A
  283. S
  284. O
  285. N
  286. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub