Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

20
Jun16

O que aconteceu com a HUMANIDADE?


Milheiras

Desde sábado que sinto uma revolução dentro de mim, uma culpa, mas sem saber o que poderia ter feito de outra forma.

No dia 9 de Janeiro, estava frio e chovia, e eu estava com mais 4 ou 5 pessoas numa capela muito mais pequena que o meu quarto(não tenho um quarto, lá muito grande), numa cidade do interior, a velar um tio. Se calhar devia dizer "o tio", o tio que era 13 anos mais velho que a minha mãe e com 25 anos ficou 4 irmãos para criar a mais nova com meses, e sem mulher nem namorada fixa. Claro está que apesar de os cuidar bem, talvez até conseguisse que eles estivessem mais bem tratados do que quando estavam com pai, como não era o pai, era jovem e não tinha mulher não pode ficar com eles, e eles foram entregues à mãe que os tinha abandonado. Mas o coração dele sempre foi de manteiga, sempre albergou tudo e todos, e sempre repartiu por muitos, era um Homem com H grande. No dia 9, no seu velório albergou um jovem. E foi assim que que eu percebi que não conhecia  a cidade onde vivia que a Humanidade não morava aqui , nem mesmo em mim.

O rapaz tinha chegado à 3 meses a Portugal,  vindo de um país longínquo onde tinha sido abandonado pela mãe, numa instituição. Tinha feito os 18 anos e teve de sair da instituição sem família naquele país que o quisesse ou pudesse receber a mãe foi buscá-lo.

Via-se que a maturidade era pouca, para os 18 anos.

Estou em crer que a mãe pensou que ia buscar aquele filho que tinha abandonado, ainda pequeno e o filho pensou que vinha encontrar a mãe com quem fantasiou nas noites frias e escuras da sua vida.

Mais uma prova que não há contos de fadas, e não foi nada disso que aconteceu. Não se davam! Por falta da sua maturidade e quem sabe ligeiro atraso, a mãe queria internar o filho numa instituição para pessoas com deficiência mental e motora, mas não podia porque ele já era maior de idade e o filho, não a  podia aturar dormia na rua, onde calhava, na noite de 9 de janeiro dormiu no chão perfeitamente envernizado de madeira, com um cobertor por baixo e um cobertor por cima e junto ao aquecedor, na capela onde velávamos  "o Tio".

 

Era um rapaz dócil de sorriso fácil, que queria voltar para sua terra, algumas pessoas que estavam presentes no velório aconselharam-no a ir às Entidades do Poder Local pedir ajuda, apercebemo-nos que a maioria das Entidades e Instituições Locais já sabiam do que se passava.

Mais tarde, soube que ainda era mais divulgado mas ninguém fez nada, a mãe trabalhava para uma instituição de solidariedade social, nunca falava no assunto.

Todos fingiam não saber do que se passava, as instituições e as pessoas. Todos olhámos para o lado, "ninguém podia fazer nada"...

No sábado, o rapaz apareceu a boiar no rio...

Pronto o problema resolveu-se já não envergonha a mãe, nem a entidades, nem instituições locais.

Não sei alguém se sente responsável pelo que aconteceu, mas eu pessoalmente sinto, não sei o que poderia ter feito, mas lamento profundamente este desfecho e nós todos comunidade tivemos a culpa.

 

Foram 9 meses, curioso não? o tempo de uma gravidez que costumam ser 9 meses de esperança e alegria.

 

Estes 9 meses foram de quê?

 

O que aconteceu com a HUMANIDADE?

 

 

 

 

22
Jul11

Assim se passou mais uma semana...


Milheiras

Isto para quem nunca esteve desempregadaos 1ºs dias são complicados...Levantar e não ter um objectivo para onde ir...

Nunca fui só dona de casa, e depois acho tudo muito estranho, depois tenho o meu menino, que enquanto estive a trabalhar ía deixá-lo ou a casa da minha mãe ou da minha sogra, depois quando saía do trabalho aproveitava e fazia algumas lides domésticas e só então ía buscá-lo...

Agora é um pouco estranho, não me sinto muito à vontade de ir lá deixá-lo para eu fazer as lides domésticas afinal agora estou sempre em casa...

Mas esta semana tinha combinado com uma amiga ir ao ginásio na segunda-feira, de manhã fui às compras (sim, porque cá em casa também se come) e de tarde ía ao ginásio, mas apareceram visitas que só abalaram na na quarta, assima na quinta foi arrumar aquilo que ficou desarrumado.

E pronto hoje já é sexta...

 

04
Jan10

Um começo de ano estranho!


Milheiras

Que me lembre em toda a minha vida nunca tive um começo de ano assim, um fim de ano, sim!

Comecei o ano no funeral de um amigo... Foi tudo tão estranho! Parecia um pesadelo que eu ia acordar a qualquer momento, mas isso infelimente não aconteceu...

Talvez o ano de 2010 vá mesmo correr bem, uma vez que já passei pela parte má logo no início.

No entanto hoje sinto-me completamente destroçada, tudo aquilo me fez muito mal!

30
Dez09

29 de Dezembro


Milheiras

Agora tenho mais um motivo para não simpatizar com esta época...

Ontem recebi um telefonema a informar que um dos meus colegas e amigos de curso tinha partido...Assim! Sem mais nem menos! De um momento para o outro assim numa manhã de trabalho, numa pausa para café! Assim! Sem ninguém poder fazer nada...Assim!

Não estava doente...Assim! Como a chama da vela quando lhe dá uma aragem...Assim!

É estranho com esta idade não contamos receber estas noticias...Ainda estamos muito na fase de sermos imortais...

E agora o que fazer com vazio?

Esta sensação de alguém vai voltar a ligar a desmentir tudo... Que  foi um grande engano...

Como é possivel que tudo mude de um momento para o outro? Assim!

Que saias para trabalhar e nunca mais voltes?

Assim!

Agora resta ter a esperança que enquanto cá estiveste connosco foste feliz!

Onde quer que estejas jamais nos esqueceremos de ti...

28
Dez09

28 de Dezembro


Milheiras

Esta noite apesar de ter muito sono não consegui dormir. Mas apesar de tudo consegui vir aliviada para o trabalho como há muito não me sentia. O dia está horrivél chove imenso lá fora e cá dentro também, lol! Sério! Temos uma sala inundada.

Faz hoje anos que perdi 2 das pessoas mais queridas da minha vida, jamais as esquecerei... A minha avó que foi a 1ª a partir e a minha tia que durante muitos anos foi a minha avó substituta e que passados uns anos partiu no mesmo dia da sua irmã e minha avó!

É sempre com saudade que as recordo, foram grandes mulheres e tenho muito orgulho de ter feito parte das suas vidas.

Até sempre!

23
Dez09

Os Humanos/Desumanos


Milheiras

Sem dúvida que o bicho Homem é o pior de todos os seres vivos, apelidam-nos de humanos quando nada mais somos que desumanos.

Eu não tenho as atitudes mais correctas, é um facto!

Sou ciumenta e invejosa como qualquer outra pessoa, também prejudico os outros, também tento descartar-me da minha culpa. A maior parte das vezes também não sou flor que se cheire, também consigo ser muito cruel.

E nos últimos tempos tenho me assustado comigo própria...Tenho cometido crueldades que eu jamais pensei que as cometeria.

Depois a desculpa é sempre a mesma "tenho andado sobre muita pressão" e depois descarrego em quem e como não devo, mas no fundo isto são só mesmo desculpas...

Se o problema é a pressão porque não dou a volta por cima , continuo a contaminar-me e a contaminar os outros à minha volta.

Nem o espírito de Natal ilumina o meu negro coração....

 

22
Dez09

O mundo dos crescidos...


Milheiras

Quando não queremos explicar aos mais pequenos as nossas parvoíces dizemos que ele não percebe porque faz parte do mundo dos crescidos...

Mas que mundo é este? Que abafou o espírito do natal... E nos torna infelizes, que nos faz faltar ao respeito ao próximo.

Este ano o Pai Natal está a ser substituído por bandeiras com o Menino Jesus, para relembrar que celebramos o nascimento de Jesus e não a chegada do Pai Natal.

Mas não estaremos só a mudar de símbolo/imagem?

Será que dentro de nós existe realmente uma mudança?

Seremos nós mais generosos e compreensivos? Mais calorosos? Mais humildes? Mais pacientes? Mais amigos?

 

17
Dez09

Para a semana é Natal!!


Milheiras

Dizem que o "Natal é quando o Homem quiser", mas a verdade é que de amanhã a 8 dias é dia de Natal do ano de 2009... O medo do fim do milénio já lá vai...Agora que temos as estações do ano e o clima  completamente modificado, ninguém se preocupa....

Não sei se têm sido as minhas leituras se as minhas crenças, mas acho que uma vez já vos disse que no  1º Sábado de Setembro de 2000 um acidente de um amigo fez com que aceitasse o trauma, que me perseguia desde 1988,  da morte num acidente de um primo muito chegado. Esse amigo lutou pela vida e acho que em parte o avô abdicou da vida para ele viver. Não sei porquê mas a verdade é que depois disto tudo afastei-me dele, por não conseguir lidar com tudo o que se seguiu.  Soube agora que teve um grave problema de saude e pergunto-me porque haverá necessidade de um Ser Humano sofrer tanto. Ele que sempre foi uma pessoa dócil, amiga do seu amigo, com uma capacidade de perdão incrível! Talvez isto sirva de ensinamento para todos nós, quando nos queixamos por caganices...

Ainda eu esta semana fiz a figura ridicula de me queixar de uma caganice, por ter ido fazer uma eco renal e o médico andou para me espetar a máquina pela barriga  dentro. Ficou a doer-me. Incrível como posso ser tão piegas ao ponto de me queixar...

Afinal apesar do excesso de peso (e estou a falar a sério), não tenho problemas de saúde, tenho casa, trabalho e um marido que me ama... Aproxima-se mais um Natal e mais uma festa de família, com a família de sempre... do que me queixo???

 

 

Ah, o sismo! Hoje só se fala do sismo. Sim, senti o sismo mas não me apercebi que era um sismo, não tive medo mas a minha gata teve....

09
Dez09

Natal


Milheiras

Estamos a 15 dias do natal, passados 6 anos do início deste blog, pouco ou nada mudou em relação ao mundo e ao Natal, apesar da crise e apesar de todos os apesares....

Mais uma vez este é um mês em que tenho sentimentos contraditórios, felicidade e infelicidade, mas continuo a achar que o mais importante é ter a minha família reunida.

27
Ago09

Será desculpa???


Milheiras

Numa altura, dizem eles, de crise os meus 500€ de salário do ano de 2007 sentiram um aumento vertiginoso em 2008 e passaram a ser 510,50€ é claro que estagnou em 2009 e continuo com 510,50€ o que não seria estranho se eu acreditasse na crise...

Todos  dizem que tenho muita sorte porque tenho emprego e conto com um salário todos os meses. Chamem-me gananciosa, mas  eu não estou contente com o meu salário...

Chamem-me pretenciosa, empertigada, o que quiserem mas acho que o meu trabalho qualificado com uma Licenciatura na àrea em que exerço a minha actividade profissonal devia merecer mais...

E tenho ido a entrevistas de trabalho, por sinal a muitas...

Todos têm adorado o meu CV (não sei o que ganhariam em enganar-me) o que é certo que me dizem sempre que tenho um CV muito bom, mas como tenho de dar ao meu actual trabalho 90 dias, todos me dizem que não podem esperar tanto...

Não sei se é desculpa...

Mas neste último trabalho ofereciam 950€ acho que já é bastante razoavel....

 

Talvez seja mesmo uma desculpa e não eu valha nada...

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.