Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

23
Ago21

O egoísmo prevalece


Milheiras

Os dias vão-se atropelando uns aos outros, e num tempo em que dizem que estamos todos e a toda a hora conectados, ainda se perdem familias...

Ninguém pode imaginar o teu sofrimento e como te perdeste...

Nada foi possivel fazer...

Foste encontrado sem vida, como um sem abrigo, como é que te perdemos? Como te perdeste?

Em pleno XXI, as famílias funcionam de forma esquisita...

O egoísmo tende a prevalecer...

 

15
Mai21

15 de Março


Milheiras

Hoje é o dia da família.

E despedimo-nos da grande atriz Maria João Abreu, que teve um aneurisma no dia 30 ao mesmo que eu estava a ter um choque anafilático, após fazer um TAC.

Ela partiu passadas 2 semanas, eu ainda por cá fiquei para hoje ir levar a 2ª dose da vacina...

Ando longe da perfeição, não sei o que por cá ando a fazer, mas tento espalhar coisas boas...

 

 

 

 

28
Mar21

"90 anos de Rui Nabeiro" e apresentação do livro "Almoço de Domingo" de JLP


Milheiras

Almoço de Domingo

 

Fazem-se tantos directos na televisão, muitas vezes para dar coisas sem interesse...

Hoje foi através das redes sociais que me foi possível passar uma tarde de qualidade, segundo a locutora 1h30m, sinceramente nem sei, nem dei pelo tempo passar...

Juntaram 3 grandes vultos do nosso país, o Comendador Rui Nabeiro, o escritor José Luís Peixoto e o actor Diogo Infante...

Que privilégio poder assistir a uma conversa assim, pessoas como o Comendador deviam ser realmente imortais... Será com certeza por tudo o que fez, mas deixou uma mensagem que apesar de ser muitas vezes dita e não ser novidade nenhuma, quando é interiorizada, gera milagres...

"Ninguém faz nada sozinho, o mundo é de todos"

"TODOS TEMOS DE PENSAR NOS OUTROS"

12
Mar21

03-03 Bodas de Marfim


Milheiras

Feito à mão - Topo Bodas de Marfim ✨ . . . . . . . 🧾Mais... | Facebook

Assim passaram 14 anos, olhando para trás com tantas dificuldades, com algumas alegrias e algumas tristezas.

Não, as coisas não são como nos livros, nem como nos filmes.

Termos estudos não nos deram estabilidade financeira, termos filhos, não nos trouxeram abonos generosos, nem educação e saúde gratuita, trouxeram uma casa com vida, com ruídos...com paredes a precisar de pinturas e uma vida de trabalho.

14 anos em que choramos juntos e outra vezes cada um para seu lado, em precisaste do abraço que eu não dei e eu do ombro que tu não deste...

Houve sorrisos, gargalhadas e amor no olhar...

A vida faz-se caminhando, as dúvidas perseguem-nos, os medos e a vergonha...

Mas o amor, a felicidade, a paz e alegria também...

Todos os dias são uma oportunidade, uma batalha, uma memória

27
Jan21

E pronto, já cá estão os 39....


Milheiras

Resultado de imagem para esperança

Aos 40 teria o Doutoramento, 3 filhos, emprego estável.

Aos tinha 38:

Tenho um mestrado (em banho maria à 5 anos)

Um MBA (completo)

2 filhos ( + 1 vazio no coração)

Sem emprego

 

Aos 39:

Tenho um mestrado (em banho maria à 5 anos)

Um MBA (completo)

2 filhos ( + 1 vazio no coração)

Um contrato na função pública por tempo indeterminado como Assistente Operacional

Uma pós-graduação (em curso)

 

Aos 40 terei ????

23
Jan21

39 invernos....


Milheiras

Imagens Number 39 | Vetores, fotos de arquivo e PSD grátis

Bem completei 39 Invernos, porque eu nasci no inverno, e ainda não chegámos à Primavera.

39 Invernos, em tempos estranhos, com a família separada, com o coração partido, mas vivos e com saúde!

E não isto não é um cliché, é mesmo o que sinto...

Nunca a morte esteve tão presente nas nossas vidas...

No entanto as pessoas insistem em fazer uma vida normal.

Existe um pacto de silêncio. Quase todas as casas têm doentes, mas ninguém fala, nem diz...

Uns insistem em manter a vida normal.

Outros são obrigados a trabalhar, quando só queriam poder estar fechados em casa com a familia até tudo isto passar...

Andamos quase há um ano nisto, e nunca foi tão horroroso como agora...

Estamos a chegar ao colapso...

E as pessoas tentam manter uma normalidade aparente, que não existe...

39 invernos, com muitos medos, muitas dúvidas, mas muitas esperanças....

 

 

 

24
Set20

Para onde vamos???


Milheiras

Hoje alguém num programa de TV, dizia que existem más pessoas, porque dá muito trabalho ser boa pessoa.

Estamos cansados de pensar, ou dará muito trabalho?

Saberemos o que queremos, ou só queremos aquilo que não nos faz pensar?

Porque não oferecem novidade? Porquê mais do mesmo???

Num formato mais luxuoso...

De luxuoso, pareceu muito pouco, cenário pobre a fazer lembrar os anos 90 e 80, em que tudo era assim futurista, sem novidades...

Guerra de audiências??? Que sentido faz??? Ofereçam variedade, atrevam-se...

 

29
Ago20

Mais uma partida de uma alma gentil...


Milheiras

Ontem partiu mais alguém... Alguém delicado, com quem privei em criança, alguém que também foi minha catequista, voz suave, uma delicadeza, mas ao mesmo tempo uma força...Uma mulher de armas, no seu renaut 5 creme e mais tarde no seu twingo. Formaram um casal fantastico, recatado mas que tocaram em muitas vidas, a minha foi uma delas, não sei se algum deles soube... Quem se lembrará deles?? Será que eles sentiram que tinham tocado em tantas vidas?? Espero que sim...Quando me lembro deles é com um sorriso... Oxalá não fiquem esquecidos...

26
Ago20

Manter uma vida +/- normal


Milheiras

Tantas são as dúvidas que nos assaltam, nestes tempos estranhos...

Não deviamos todos, estar a tentar mudar de vida?

 A finalmente perceber que o interessa não é o ter, mas sim o ser?

O virus não nos veio dar essa oportunidade???

Mas parece que continua tudo na mesma... o que falta acontecer mais para abrirmos os olhos?

Os casos continuam a aumentar por todo o mundo, mas nós estamos a tentar voltar à normalidade...

Qual normalidade? De ir ao supermercado de máscara???

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2003
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub