Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adivinha!

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha sobre o que vou falar hoje? Um sitio onde posso falar de tudo o que me apetece...

Adivinha!

24
Mar19

Sonhar...


Milheiras

O sonho continua, já não falta tudo mas o medo continua  acompanhar-nos.

Falando com alguém que também teve experiências difíceis : "Ao menos conseguiste desfrutar de uma das etapas inocentemente, desfrutando de tudo como se fosse impossível algo correr mal."

E é verdade da 1ª vez havia uma inocência que levava a crer que nada podia correr mal, agora um medo sempre presente...

Mas a querer acreditar que tudo irá correr bem...

 

Resultado de imagem para boneco desenhado de menina bebe

 

19
Jan19

As palavras podem ferir mais que finas lâminas...


Milheiras

As palavras podem ser mais dolorosas que lâminas afiadas. Fora do meu núcleo sem foi permitido dizer o que queriam, claro que ao princípio doía,porque queria ser amada por todos. Mas depois percebi que não era possível, desisti. E tudo se tornou mais fácil. Já há muito que as palavras não me magoavam tanto.... Talvez porque saíram da boca que mais amam e é juntaram-se com aquele veneno que me queimou durante anos... Porque eu não sou perfeita, mas amo-te incondicionalmente....

 

21
Dez18

Descobertas...


Milheiras

De facto o convívio entre as pessoas é fundamental. Cada vez me convenço mais que para saber quem somos temos de conhecer o o nosso passado.  Sempre olhei para a tua fotografia e achei nela qualquer coisa de diferente. Mas pensei sempre que teria influnciada por ter sido feita nos Estados USA. Parece que tinhas aquela fisionomia de indígena. Afinal aos quase 37 anos fiquei a saber que afinal és descendente de escravos.... É agora faz todo o sentido...... O cabelo seco é com jeitos, com poucos cabelos brancos. , ancas largas, altura fora do normal, nome brazonado. Claro os escravos assumiam o nome dos seus senhores.... Desde miúda o fascínio por África, o aguentar melhor o calor.... Que o frio... Faz todo o sentido.... Assim como hei de descobrir como o lado latino é tão claro..... A esperança vai mantendo - se a medo mas mantém - se.

09
Out18

Esperança


Milheiras

Existe uma luz...

Mas o medo é terrível, medo voltar a acontecer... Medo da perda... Medo da repetição... Medo...

No passado, da outra vez as consultas eram momentos únicos em que nos sentíamos mais perto do sonho, quase que o podíamos abraçar...

 

Hoje as consultas são o medo... O medo do silêncio, da morte quando se quer transbordar de vida...

 

Hoje a Andreia Rodrigues e outra Ana, levaram o tema ao novo programa da Júlia Pinheiro.

Gostava tanto de poder falar com elas ter partilhado a minha dor... Der dito que me sinto culpada, que tal como a Ana não tive coragem para ver...

E que tenha medo, que tenho medo de dizer que há esperança, tenho medo de ter esperança...

24
Jul18

Vidas


Milheiras

No ano passado foi o pesadelo em Portugal, o meu lugar do coração quase desapareceu ... Este ano foi lá longe, na Grécia... Mas ainda assim não deixa ninguém indiferente... Que tristeza! Dezenas de vidas perdidas... Malditos incêndios que destroem tudo por onde passam, que nos deixam impotentes perante a sua monstruosidade. Que deixam um rasto de luto, perda e dor... Que nos fere as entranhas! 

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.